Geral

“Coringão não é o seu Spa”, grita torcida para Ronaldo em treino

Cerca de 300 pessoas foram às arquibancadas do Parque São Jorge e intensificaram a pressão contra o time que não vence há seis partidas. Até Andrés Sanchez, que autorizou o protesto, foi “homenageado”. “Andrés, safado, acabou com o centenário”. Além das faixas que empunharam no CT do Parque Ecológico na sexta-feira, os membros da organizada […]

Arquivo Publicado em 16/10/2010, às 21h13

None

Cerca de 300 pessoas foram às arquibancadas do Parque São Jorge e intensificaram a pressão contra o time que não vence há seis partidas. Até Andrés Sanchez, que autorizou o protesto, foi “homenageado”. “Andrés, safado, acabou com o centenário”.


Além das faixas que empunharam no CT do Parque Ecológico na sexta-feira, os membros da organizada apresentaram um vasto repertório de cantos contra os vilões desta má fase eleitos por ela. Souza, que nem treinou, dispensado até segunda-feira, foi o principal alvo entre os jogadores.


“Acabou a paz, o Souza no Corinthians não joga nunca mais”, era o canto para o atacante.


“Olha que saudade, quando o Corinthians jogava com vontade”, foi outro grito que veio das arquibancadas.


Para Ronaldo, o protesto foi mais contido, mas teve uma dose de humor. “Ronaldo, vamos jogar, o Coringão não é o seu Spa”.


O volante Moacir, outro jogador apontado como vilão pela má fase, treinou normalmente, e enquanto a torcida o xingava, se mostrava desconfortável ao fazer exercícios de alongamento ao lado de Leandro Castán.


O jogador balançava a cabeça, triste. A “Rua São Jorge” é uma dissidência da Gaviões da Fiel, principal organizada do clube. No protesto deste sábado, a facção acusou o presidente de comprar parte da torcida. “Andrés, c…., o seu dinheiro não compra a Rua, não”.

Jornal Midiamax