Geral

Conferência discute políticas públicas de Defesa Civil em Brasília

Avaliar a situação da Defesa Civil hoje, traçar diretrizes de atuação e fortalecer a participação social. São estes os principais objetivos da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária, que acontece nos dias 23, 24 e 25 de março no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília. O evento terá a […]

Arquivo Publicado em 23/03/2010, às 11h29

None

Avaliar a situação da Defesa Civil hoje, traçar diretrizes de atuação e fortalecer a participação social. São estes os principais objetivos da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil e Assistência Humanitária, que acontece nos dias 23, 24 e 25 de março no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília. O evento terá a presença de representantes das Coordenadorias das Defesas Civis das cidades do Estado de Mato Grosso do Sul, como Campo Grande, Ponta Porã e Corumbá.


Entre os temas que serão debatidos destacam-se a reativação do Fundo Nacional de Defesa Civil, a criação da carreira de Agente da Defesa Civil e o fortalecimento do Sistema Nacional de Defesa Civil (Sindec).


O evento reunirá mais de mil delegados, escolhidos durante as etapas municipais e estaduais. Eles trarão para Brasília suas contribuições e desafios locais, a rotina do trabalho de quem está na ponta e os anseios para uma efetiva cultura de Defesa Civil.


“Estamos acompanhando frequentemente as mudanças climáticas globais que vêm acarretando o aumento do número de desastres em todo o Brasil. É necessário fortalecer as ações que visem a redução dos riscos e construir comunidades mais seguras”, destaca a secretária nacional de Defesa Civil, Ivone Valente.


Na avaliação da secretária, essas metas somente serão alcançadas quando os municípios, os Estados, o governo federal e a sociedade caminharem juntos, criando um compromisso consciente diante das diferentes responsabilidades propostas. “Esse esforço só é possível com mudanças de atitude e o incremento de recursos técnicos e materiais, além do engajamento dos gestores sociais”, esclarece Ivone Valente.


Uma mobilização nacional é de fundamental importância. Por isso, idealizou-se a conferência que servirá como um espaço para se discutir as realidades das defesas civis de todo o País. Serão analisados, entre outros assuntos, as estruturas de trabalho e propostas iniciativas que ajudem a reduzir as vulnerabilidades de cada região.


“Precisamos estar mais preparados para lidar com os desastres e as consequências que eles acarretam. Tanto as atividades de prevenção como as de resposta se tornam mais eficientes com a potencialização das sociedades e a organização no sentido da promoção da qualidade de vida”, explica Ivone Valente.


A programação está disponível no endereço: www.defesacivil.gov.br/conferencianacional

Jornal Midiamax