Geral

Comissário da UE alerta para risco de guerra cambial

Se não for encontrado um novo caminho de discussão sobre o câmbio o mundo corre o risco de uma guerra cambial ou de aumento no protecionismo, advertiu hoje o comissário da União Europeia, Joaquim Almunia. “Senão encontrarmos um substituto para o G-7 que possa discutir o problema das taxas de câmbio correremos um sério risco […]

Arquivo Publicado em 16/10/2010, às 21h52

None

Se não for encontrado um novo caminho de discussão sobre o câmbio o mundo corre o risco de uma guerra cambial ou de aumento no protecionismo, advertiu hoje o comissário da União Europeia, Joaquim Almunia. “Senão encontrarmos um substituto para o G-7 que possa discutir o problema das taxas de câmbio correremos um sério risco de haver uma guerra cambial ou tendência de protecionismo.”

Almunia disse que existe um diagnóstico comum sobre os desequilíbrios globais no mundo e que aqueles que podem resolver o problema do câmbio e destes desequilíbrios incluem os países emergentes. “As economias emergentes estão mais cientes de suas possibilidades de conversar no mesmo nível que os países industrializados, mas precisam também assumir suas responsabilidades.”

Almunia também reclamou que a carga de responsabilidade pesa nas costas dos europeus. “Cada europeu tem uma posição, e nesse caso não queremos oito países europeus em torno da mesa. Os europeus têm uma posição diferente e nesse caso a Europa é mais um problema do que uma solução”, concluiu Almunia.

Jornal Midiamax