Geral

Colega de escola de Luan Santana se explica com fãs do sul-mato-grossense

O cantor Rodrigo Guidini, mais novo alvo da fúria das fãs de Luan Santana, pediu trégua para os simpatizantes do fenômeno musical sul-mato-grossense e explicou porque ficou preocupado. “Quando o Bruno Mazzeo disse que o Luan Santana era vesgo, ele sofreu ameaças na internet e, enquanto caminhava no Rio de Janeiro, foi atingido por pedradas”, lembrou. […]

Arquivo Publicado em 16/10/2010, às 19h14

None

O cantor Rodrigo Guidini, mais novo alvo da fúria das fãs de Luan Santana, pediu trégua para os simpatizantes do fenômeno musical sul-mato-grossense e explicou porque ficou preocupado. “Quando o Bruno Mazzeo disse que o Luan Santana era vesgo, ele sofreu ameaças na internet e, enquanto caminhava no Rio de Janeiro, foi atingido por pedradas”, lembrou.


Guidini, que estudou na mesma escola que Luan Santana, fez comentários para o jornal paranaense “Diário” sobre o fato do jovem de MS ter uma carreira bem sucedida. “Não fico triste por ele ter estourado, e eu não. Luan Santana abriu mercados para quem não conhecia a música sertaneja”, disse, na entrevista.


O comentário foi o suficiente para que milhares de fãs de Luan Santana bombardeassem Guidini com comentários maldosos, xingamentos e ameaças nas plataformas sociais, como o Twitter. “Fiquei com medo da reação das garotas. Eu não aguentava mais acessar a internet e ler a galera falando mal de mim”, desabafa.


A confusão começou quando trechos da entrevista foram retuitados fora de contexto. “Eu nem falei mal do Luan. Respeito muito ele, como músico, como artista. Elas leram o texto de uma forma errada”, explicou.

Jornal Midiamax