Geral

Câmara aprova projeto para criar Parlamento Jovem

Para incentivar a participação da juventude nas deliberações ocorridas na Câmara Municipal de Campo Grande, foi aprovado nesta quinta-feira (16), em turno único de discussão e votação, a proposta que dispões sobre a criação, no âmbito da Câmara, do “Parlamento Jovem”. O Parlamento Jovem do Município de Campo Grande será constituído por estudantes da 5ª […]

Arquivo Publicado em 16/12/2010, às 15h12

None

Para incentivar a participação da juventude nas deliberações ocorridas na Câmara Municipal de Campo Grande, foi aprovado nesta quinta-feira (16), em turno único de discussão e votação, a proposta que dispões sobre a criação, no âmbito da Câmara, do “Parlamento Jovem”.

O Parlamento Jovem do Município de Campo Grande será constituído por estudantes da 5ª a 9º Série do ensino fundamental e do 1º ao 3º ano do ensino médio, devidamente matriculados, em idade entre 9 a 18 anos.

Segundo o projeto, o exercício do mandato terá caráter instrutivo e ocorrerá todos os anos, na última quarta-feira do primeiro semestre, em data acordada pelo Colégio de Líderes, observada a rotina de trabalhos na Câmara.

Os trabalhos do Parlamento Jovem do Município de Campo Grande serão dirigidos por uma Mesa executiva, eleita pelos estudantes, composto por Presidente, Vice-Presidente, 1º e 2º Secretários. A legislatura terá a duração de um dia, verificando-se o seu início com a diplomação, seguida da posse dos vereadores e findando-se com a redação de Autógrafos dos projetos aprovados na Ordem do Dia e publicação no Diário Oficial do Município.

O Vereador do Parlamento Jovem do Município de Campo Grande poderá contar com a ajuda de um Estudante-Assessor Parlamentar, proveniente do mesmo estabelecimento de ensino em que estiver matriculado. A Mesa da Câmara Municipal, visando ao bom andamento dos trabalhos do Parlamento Jovem do Município de Campo Grande, poderá firmar convênios ou parcerias com órgãos públicos ou entidades privadas.

A proposta é assina pelos vereadores Paulo Siufi (PMDB) e Jamal Salém (PR).

Jornal Midiamax