Geral

Brasileiros que ficaram ilhados no Peru chegam ao Rio amanhã

Sessenta e dois brasileiros que ficaram isolados por uma semana na cidade de Águas Calientes por causa das enchentes no Peru chegam na madrugada desta segunda-feira ao Rio de Janeiro. Um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) transportando os brasileiros partiu no final da tarde deste domingo de Cuzco, perto de Machu Picchu, em direção […]

Arquivo Publicado em 01/02/2010, às 01h20

None

Sessenta e dois brasileiros que ficaram isolados por uma semana na cidade de Águas Calientes por causa das enchentes no Peru chegam na madrugada desta segunda-feira ao Rio de Janeiro. Um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) transportando os brasileiros partiu no final da tarde deste domingo de Cuzco, perto de Machu Picchu, em direção ao Brasil.

Segundo a FAB, o C-130 Hércules deve fazer uma escala técnica em Rio Branco e pousar no Rio às 4h. Ao todo, 278 brasileiros estavam entre os quase 4.000 retidos na região após fortes chuvas e inundações no último domingo.

Em nota à imprensa, a FAB relatou a situação da advogada Flávia Faria, que está entre os brasileiros resgatados. Segundo a turista fluminense, a maior lição dessas férias foi a solidariedade entre as pessoas. “Até desconhecidos se acolhiam como uma família”, disse.

Para Mauro Fornazari, de Santa Catarina, entrar no avião da FAB foi um alívio. “Pra gente, [o avião da FAB] é um pedacinho do solo brasileiro”, disse.

A FAB entregou hoje ao presidente regional de Cuzco, Hugo Sayan, 14 toneladas de alimentos, entre arroz, feijão e leite. “Não temos palavras para agradecer aos irmãos brasileiros pelo calor humano e pela solidariedade. Todo esse alimento será imediatamente distribuído para a população carente”, afirmou Savan à FAB.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil informou que o envio da ajuda atende a um “pedido das autoridades peruanas” e que a assistência humanitária “atenderá a todos os necessitados, tanto brasileiros como os demais turistas e a população peruana afetada pelas chuvas”.

Segundo informações do governo peruano, divulgadas neste sábado, o número de mortos por causa das graves enchentes que atingiram o sul do Peru nos últimos dias subiu para 20. As autoridades afirmam ainda que pelo menos outras cinco pessoas estão desaparecidas e outras 40 mil foram afetadas pelo desastre.

Jornal Midiamax