Geral

Botafogo vira para cima do América-RJ na estreia de Joel

Reduzir Normal Aumentar Imprimir Joel Santana chamou atenção, chutou o ar, gesticulou, deu bronca em todos os jogadores, mas só conseguiu o alívio no fim do jogo, quando o garoto Caio roubou a bola na intermediária e chutou para fazer o gol da vitória de virada do Botafogo, por 2 a 1, sobre o América-RJ. […]

Arquivo Publicado em 30/01/2010, às 21h11

None

Reduzir Normal Aumentar Imprimir Joel Santana chamou atenção, chutou o ar, gesticulou, deu bronca em todos os jogadores, mas só conseguiu o alívio no fim do jogo, quando o garoto Caio roubou a bola na intermediária e chutou para fazer o gol da vitória de virada do Botafogo, por 2 a 1, sobre o América-RJ.

Assim como aconteceu no jogo do meio da semana, os torcedores do Botafogo voltaram a exibir faixas na arquibancada pedindo a saída de jogadores e a criticar a diretoria. Mas se não viram um time que primou pela técnica e que dominou a partida, presenciaram uma equipe que lutou até conseguir a virada.

Quem saiu na frente, e foi melhor durante todo o jogo, foi o América-RJ. Depois da parada técnica, o tradicional clube carioca saiu na frente com Adriano, aos 23min, aproveitando falha da defesa e subindo sozinho para cabecear a bola alçada na área por Gerson. Detalhe que segundos antes Joel Santana havia alertado o posicionamento de seus defensores.

Apesar de não viver um bom momento na partida, o Botafogo mostrou disposição para lutar por um resultado melhor. E ele veio com Loco Abreu, marcando pela primeira vez com a camisa 13 alvinegra, no seu melhor estilo: completando de cabeça cruzamento de Marcelo Cordeiro.

No segundo tempo, o mesmo panorama. América-RJ melhor mas sem conseguir colocar a bola na rede. O Botafogo, que também se lançava ao ataque para evitar ser o primeiro grande a perder para um dos pequenos, acabou se aproveitando dos espaços criados.

Com ambas as equipes perdendo a oportunidade de fazer mais um, o gol da vitória botafoguense veio nos minutos finais e numa bobeira de Gerson do América-RJ. O atacante Caio roubou a bola no meio-campo, avançou em velocidade pelo campo de ataque, se livrou da marcação, invadiu a área e chuta rasteiro para virar a partida e dar uma alegria para o treinador que tanto se desgastou no Engenhão.

Jornal Midiamax