Geral

Até 2016, clubes dependem de permissão para jogar no Maracanã

Os clubes cariocas podem ficar mais tempo do que o esperado sem jogar no Maracanã. Tudo porque o estádio, fechado desde o fim de agosto, ficará um período à disposição da Fifa. Depois, a arena será preparada para os Jogos Olímpicos, ficando sob responsabilidade do COI. Ou seja, os times do Rio vão depender das […]

Arquivo Publicado em 24/09/2010, às 22h30

None

Os clubes cariocas podem ficar mais tempo do que o esperado sem jogar no Maracanã. Tudo porque o estádio, fechado desde o fim de agosto, ficará um período à disposição da Fifa. Depois, a arena será preparada para os Jogos Olímpicos, ficando sob responsabilidade do COI. Ou seja, os times do Rio vão depender das duas entidades, Fifa e COI, para atuarem no estádio.


De acordo com informação da Secretaria de Esportes, Turismo e Lazer do Rio de Janeiro, o Maracanã só deve voltar a ter um calendário completo para os clubes após as Olimpíadas de 2016. Conforme o órgão, assim que ficar pronto para a disputa da Copa do Mundo de 2014, o estádio vai estar à disposição da Fifa, podendo ou não ser utilizado por Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco. Na sequência, o local será preparado para os Jogos.


A previsão é que as reformas do Maracanã estejam prontas em dezembro de 2012 e sejam gastos cerca de R$ 705 milhões. A partir daí, a Fifa começará a construir as instalações provisórias que costuma colocar nos estádios das cidades-sede do Mundial, como centro de mídia e de montagem de TV e transmissão. Apenas um acerto da entidade com a CBF e com a própria Suderj poderia liberar partidas pelo Campeonato Carioca, Brasileirão e Libertadores em 2013.


Logo após a Copa das Confederações, em junho de 2013, o estádio receberá os últimos acertos para o Mundial. Com isso, a utilização do Maracanã pelos clubes até a Copa de 2014 também vai depender de ajustes entre as entidades. O que pode tranquilizar os clubes cariocas é que, tanto na Copa da Alemanha quanto na Copa da África do Sul, várias partidas foram realizadas nas arenas para os mundiais. A Fifa inclusive entende que os jogos servem de testes para a competição.


Após a Copa de 2014, a secretaria não soube precisar a data que o Comitê Olímpico Internacional (COI) terá o local à disposição. A tendência é que isso só ocorra em janeiro de 2015. A partir daí, o Maracanã será preparado para os eventos-teste das Olimpíadas de 2016. Com isso, o estádio corre risco de não receber partidas dos clubes cariocas. Após os Jogos Olímpicos, o “Maior do Mundo”, que terá sua capacidade reduzida de 86 mil pessoas para 76 mil torcedores, será liberado para ser utilizado normalmente no calendário do futebol brasileiro.


No início da semana, novas fotos do projeto do Maracanã foram divulgadas pela Empresa de Obras Públicas do Rio de Janeiro (Emop). Nas imagens, o estádio aparece com cobertura, mais conforto e a capacidade reduzida. Em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM, o presidente do órgão afirmou que o prazo estipulado e o orçamento das obras serão seguidos à risca.

Jornal Midiamax