Geral

Ataques de javalis causam prejuízos aos agricultores de Rio Brilhante

As perdas nas lavouras da região de Rio Brilhante devido a ataques de javalis chegam a R$ 1 milhão somente nesta colheita. A estimativa é do Sindicato Rural do município, que promove nesta sexta-feira, 10 de setembro, com o apoio da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), uma reunião com […]

Arquivo Publicado em 09/09/2010, às 19h16

None

As perdas nas lavouras da região de Rio Brilhante devido a ataques de javalis chegam a R$ 1 milhão somente nesta colheita. A estimativa é do Sindicato Rural do município, que promove nesta sexta-feira, 10 de setembro, com o apoio da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), uma reunião com produtores e autoridades para apresentar a extensão do prejuízo e discutir o que pode ser feito para reduzi-lo.


A reunião será realizada na Câmara Municipal de Rio Brilhante às 18h30 e contará com a presença do presidente da Famasul, Eduardo Riedel, o deputado Paulo Côrrea, que é presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembléia Legislativa e representantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente.


A coordenadora do Sindicato Rural de Rio Brilhante, Adalgisa Regina Ramos, que organiza o evento, expõe a extensão do problema, que segundo ela, prejudica muito a produção de milho safrinha na região. “Os produtores vem até nós para reclamar. Há casos de quem perdeu R$ 110 mil, outro R$ 200 mil com os ataques. A situação é grave, pois envolve números altos de prejuízo”, informa.


O que acontece é que os javalis comem as plantações de milho. Segundo Adalgisa, há alguns anos atrás os ataques eram bem raros, mas os animais começaram a cruzar com outros tipos de porcos e o número aumentou muito. “O Ibama proíbe a caça desses animais, o que deixa os produtores sem instrumentos de defesa. Resolver o problema é uma responsabilidade das autoridades pois o produtor não tem meios legais de proteger suas plantações. O objetivo da reunião é buscar uma alternativa para o problema”, enfatiza.

Jornal Midiamax