Geral

Aposentado foi morto por não pagar R$ 30 em desacordo comercial

O aposentado Vicente Gonçalves Chaves de 49 anos, esfaqueado e atropelado até a morte na madrugada desta quarta-feira, 15 de dezembro, em Três Lagoas, foi morto a facadas e em seguida atropelado pelo próprio carro após ter tido um desacordo comercial com o autor E.N de 28 anos. As informações são da Delegacia de Investigações […]

Arquivo Publicado em 15/12/2010, às 19h41

None

O aposentado Vicente Gonçalves Chaves de 49 anos, esfaqueado e atropelado até a morte na madrugada desta quarta-feira, 15 de dezembro, em Três Lagoas, foi morto a facadas e em seguida atropelado pelo próprio carro após ter tido um desacordo comercial com o autor E.N de 28 anos.

As informações são da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) que prendeu o suspeito minutos depois do crime em uma residência na Rua Jaci Paraná no bairro Paranapungá.

O acusado confessou à polícia ter matado a vítima por uma dívida de R$ 30,00 reais adquirida pelo aposentado ainda na noite desta terça-feira (14). A vítima teria encontrado com o assassino em um bar próximo a estação rodoviária da Cidade e então ambos foram até a estrada vicinal ao lado do aeroporto quando ocorreu o desentendimento.

O delegado da DIG, Ailton Freitas, autuou E.N por latrocínio (roubo seguido de morte), pois o suspeito ao entrar no veículo da vítima estava armado com uma faca. Segundo ainda apurado pela reportagem, cerca de R$ 800 a R$ 900 reais foram roubados da do aposentado juntamente com sua carteira. Conforme ainda a polícia, autor e vítima não se conheciam.

O principal suspeito de ter praticado o crime é foragido da Colônia Penal Agrícola de Campo Grande-MS. O acusado do crime permanece preso na carceragem da 1º Delegacia de Polícia Civil do Município.

Jornal Midiamax