Geral

Após frustração no Mundial de Muay Thai, atleta de Campo Grande já pensa em novos projetos

O sonho de ser campeão mundial e disputar os principais torneios do mundo ficaram no primeiro combate. O campo-grandense Caiubi Ajala, de 20 anos, foi eliminado logo na primeira luta do Campeonato Mundial de Muay Thai, realizado pela Federação Internacional de Muay Thai Amador, entre os dias 27 de novembro e 05 de dezembro, em […]

Arquivo Publicado em 15/12/2010, às 11h17

None

O sonho de ser campeão mundial e disputar os principais torneios do mundo ficaram no primeiro combate. O campo-grandense Caiubi Ajala, de 20 anos, foi eliminado logo na primeira luta do Campeonato Mundial de Muay Thai, realizado pela Federação Internacional de Muay Thai Amador, entre os dias 27 de novembro e 05 de dezembro, em Bangkok, na Tailândia.


Apesar da derrota, ele garante que o foco ainda é o UFC (Ultimate Fighting Championship) e o K-1. “A luta foi bastante equilibrada, mas perdi por pontos. Perder logo no primeiro combate é complicado, mas fazer o que? Bola pra frente. Eu ainda quero disputar o UFC e o K-1 sim. Diante de tantas vitórias, não posso me frustrar com uma derrota”, garante o lutador.


Caiubi se interessou pelo muay thai há sete anos. De lá pra cá, conquistou diversos títulos, entre eles o Campeonato Estadual em 2007 e 2009, e os Campeonatos Brasileiros do ano passado e deste ano. Em seu cartel, ele possui 14 lutas e 13 vitórias, sendo 6 por nocaute. Pensar em lutar, para o atleta, só no ano que vem.


“Agora só luto no ano que vem, com novos projetos. Esse ano foi muito bom para mim, pois de todos os eventos que participei só perdi um: o Mundial”, finaliza.


Este ano, ele estava selecionado para disputar as Olimpíadas de Artes Marciais, que aconteceram em agosto, na China, mas problemas com sua documentação o impediram de competir.

Jornal Midiamax