Geral

Anvisa revoga suspensão de medicamento para verruga

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou nesta quinta-feira (25) que a suspensão da importação, fabricação, distribuição, comércio e uso do produto Pointts, utilizado no tratamento para verrugas, foi revogada. A resolução foi publicada no “Diário Oficial” da União de hoje. Segundo a assessoria da agência, houve um erro do órgão na confirmação do […]

Arquivo Publicado em 25/03/2010, às 20h12

None

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou nesta quinta-feira (25) que a suspensão da importação, fabricação, distribuição, comércio e uso do produto Pointts, utilizado no tratamento para verrugas, foi revogada. A resolução foi publicada no “Diário Oficial” da União de hoje.


Segundo a assessoria da agência, houve um erro do órgão na confirmação do registro. O Pointts é registrado na Anvisa –pela empresa VR Medical importadora e distribuidora de produtos médicos– como produto correlato para a saúde e não como medicamento, como a agência havia pesquisado.


A suspensão do produto tinha sido publicada no site da agência na terça-feira (23). Na quarta-feira (24) à noite, após a publicação pela Folha Online da suspensão do Pointts, o diretor do laboratório Genomma no Brasil, José Roberto Corrales, procurou a reportagem e informou que houve um equívoco. “A Anvisa publicou a suspensão do produto por engano”, explicou.


Ele ainda informou que o medicamento é aprovado pela Anvisa desde junho de 2009 e que o número de registro está em nome do laboratório.

A regional de São Paulo da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia) emitiu, na semana passada, um alerta sobre os perigos da automedicação no tratamento de verrugas. A entidade afirmou, por meio de nota, que existe publicidade de produtos que estimula o autodiagnóstico e a manipulação inadequada de lesões da pele. Estas lesões, segundo a sociedade, podem resultar em complicações no tratamento de doenças como infecções virais e até câncer.
Jornal Midiamax