Geral

Alunos de Mato Grosso do Sul recebem diploma de conclusão de curso em escola do RJ

Um 2011 de muita expectativa. Assim será o próximo ano para nove alunos de Mato Grosso do Sul que concluíram os estudos na Escola SESC de Ensino Médio (ESEM). A formatura foi realizada no campus do colégio e contou com a presença de professores, pais e alunos e foi marcada pela emoção. Afinal, foram três […]

Arquivo Publicado em 16/12/2010, às 22h40

None

Um 2011 de muita expectativa. Assim será o próximo ano para nove alunos de Mato Grosso do Sul que concluíram os estudos na Escola SESC de Ensino Médio (ESEM). A formatura foi realizada no campus do colégio e contou com a presença de professores, pais e alunos e foi marcada pela emoção.


Afinal, foram três anos longe de casa. A instituição é uma escola-residência no Rio de Janeiro, cujas vagas são disputadíssimas por alunos de todo País. Eles estudam em período integral e moram no campus, ao lado de professores e funcionários. Uma integração que reforça valores como cidadania, respeito ao próximo e atitude perante os desafios de vida. Além do programa curricular, os estudantes têm opções de atividades extra-classe, como oficinas de arte, esporte, música, dança e aulas de qualificação profissional ministradas pelo Senac.


De Campo Grande, estão formados os alunos Andressa Inácio de Oliveira, Nicolle Moraes Rodrigues, Rafael Kaoru Sato, Carlos Henrique dos Santos Liberal,Jennifer Aline Zanela, Jéssica dos Santos Aleixo Espíndola e Elias Andrade Barbosa Junior. De Três Lagoas, Glauco Marçon da Silva, e, de Dourados, Michelangelo Bauwelz Gonzatti.


De um garoto retraído, quieto a um rapaz comunicativo e mais responsável. Esta foi a principal mudança que a família sentiu no comportamento de Carlos Henrique dos Santos Liberal, de 17 anos. “Ele apresentou um grande crescimento como pessoa. Está mais responsável e até mesmo o relacionamento conosco mudou. A Escola abriu a cabeça dele para novas perspectivas”, comemora a mãe do rapaz, Cleide Aparecida dos Santos.


Outra família que também se surpreende com a maturidade do filho é a de Glauco Marçon da Silva. A mãe de Glauco, Sirley Marçon da Silva também aprova o modelo de ensino. “O que chama muito a atenção é a dedicação que os tutores têm aos alunos. Eles acompanham de perto e percebem quando estão indo bem ou não. Isso me deixou tranquila”, diz.

Jornal Midiamax