Geral

Agosto foi o mês mais seco da década na região da Grande Dourados

O mês de agosto entrou para história de Dourados por causa do escândalo político que assolou o município, mas também foi o mais seco da década na região. A constatação é da Estação Agrometeorológica da Embrapa de Dourados e divulgada em boletim no último sábado. Conforme os dados, no mês de agosto de 2010 a […]

Arquivo Publicado em 07/09/2010, às 16h51

None

O mês de agosto entrou para história de Dourados por causa do escândalo político que assolou o município, mas também foi o mais seco da década na região. A constatação é da Estação Agrometeorológica da Embrapa de Dourados e divulgada em boletim no último sábado.


Conforme os dados, no mês de agosto de 2010 a unidade relativa média foi de 51% quase 10% inferior à normal, que é de 60% na região da Grande Dourados. Nos dias 28 e 29 de agosto a umidade do ar atingiu 8%, considerado o menor índice dos últimos dez anos.


Em 22 dias de agosto a umidade do ar foi inferior a 30%. Conforme informou a Embrapa, a OMS (Organização Mundial de Saúde) diz que níveis de umidade do ar inferiores a 30% exigem cuidados, pois podem causar danos a saúde das pessoas.


A temperatura média foi 19,6ºC, enquanto as médias das máximas e mínimas foram, respectivamente, 28,1 e 11,6°C. Em 17 dias a temperatura superou 30°C, atingindo 36,1ºC em 29 de agosto. No entanto, em 10 dias a temperatura foi inferior a 10ºC, sendo a mínima do mês, 2,7°C, em seis de agosto.


Os dados da Embrapa confirmaram que choveu apenas nos dois primeiros dias de agosto, totalizando 36 mm, 67% da média histórica de 32 anos, 54 milímetros. Com base nos registros de algumas estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e da Fundação MS, verifica-se que em agosto houve pouca chuva em toda região sul de Mato Grosso do Sul.

Jornal Midiamax