Geral

Zeca tenta compor três frentes para acomodar pretensões políticas

Na reunião com a coligação Muda MS, o governador José Orcírio Miranda do Santos, o Zeca do PT, expôs suas dificuldades em agregar as pretensões políticas dos aliados. Uma possibilidade de entendimento seria a composição das Frentes Trabalhista (PPS, PDT e PTB), Popular (PT e PL) e Social (PSB, PST, PSL). Cada uma delas teria […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00 - Atualizado em 18/07/2020, às 00h38

None

Na reunião com a coligação Muda MS, o governador José Orcírio Miranda do Santos, o Zeca do PT, expôs suas dificuldades em agregar as pretensões políticas dos aliados. Uma possibilidade de entendimento seria a composição das Frentes Trabalhista (PPS, PDT e PTB), Popular (PT e PL) e Social (PSB, PST, PSL). Cada uma delas teria seu espaço na chapa majoritária.

O pré-candidato ao Senado, deputado estadual Geraldo Resende (PPS), disse que seu partido é parceiro nas soluções, desde que isso não signifique abdicar das duas candidaturas para o Congresso Nacional. Além do deputado, a outra vaga ficaria com o vice-governador Moacir Kohl (PDT).

Jornal Midiamax