Geral

Zeca diz que fala de suas obras por não ter vergonha do passado

O governador José Orcírio Miranda dos Santos (Zeca do PT) esteve hoje na sede do CREA/MS (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, e disse durante discurso que faz questão de lembrar de seu passado e das benfeitorias que fez pelo Estado, “já que me orgulho delas”. “Ao […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O governador José Orcírio Miranda dos Santos (Zeca do PT) esteve hoje na sede do CREA/MS (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, e disse durante discurso que faz questão de lembrar de seu passado e das benfeitorias que fez pelo Estado, “já que me orgulho delas”.

“Ao contrário de alguns, que não falam porque devem se envergonhar do que fizeram no passado, deixando Mato Grosso do Sul estagnado”, atacou o governador, durante evento que reuniu cerca de 200 pessoas entre engenheiros, arquitetos e candidatos, como Antônio Carlos Arroyo (PL), Pedro Teruel (PT) e Vander Loubet (PT).

O governador disse também que o momento é de destaque para a região, que tem posicionamento estratégico tanto na divisa com outros estados quanto na fronteira com países como Paraguai e Bolívia. “Temos que ser mais parceiros desses países, buscar Argentina, Peru, Uruguai, Chile e aumentar nosso potencial de exportação”, disse Zeca, referindo-se também ao porto em Murtinho, que lança o Estado na rota para o Pacífico. A alternativa chega a diminuir em 7,5 mil quilômetros o transporte para países da Ásia e, segundo Zeca, não se deve perder tamanha abertura do comércio que já acenou com várias parcerias.

Jornal Midiamax