Geral

Seminário discute ações contra a mortalidade materna em MS

Começa agora pela manhã o 1° Seminário de Mortalidade Materna de Mato Grosso do Sul. O evento tem por objetivo sensibilizar gestores de saúde de 26 municípios para que sejam investigadas as causas da morte materna e traçar ações para elas sejam evitadas Segundo a presidente do Comitê Estadual de Mortalidade Materna, Joana Arruda, uma […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Começa agora pela manhã o 1° Seminário de Mortalidade Materna de Mato Grosso do Sul. O evento tem por objetivo sensibilizar gestores de saúde de 26 municípios para que sejam investigadas as causas da morte materna e traçar ações para elas sejam evitadas

Segundo a presidente do Comitê Estadual de Mortalidade Materna, Joana Arruda, uma das maiores dificuldades é conscientizar as mulheres quanto à necessidade do pré-natal, o que descobriria as grávidas em gestação de risco. No ano passado, foram registradas no Estado 28 mortes de mulheres desse tipo – são considerados casos de mortalidade materna aqueles provocados por problemas durante a gravidez, na hora do parto ou durante o poerpério – período até 42 dias após o parto. O Seminário acontece no auditório da Santa Casa de Campo Grande, até amanhã.

Jornal Midiamax