Geral

Schumacher diz que não pretende ajudar Barrichello na Bélgica

"Não sei como serão as ordens da equipe, mas espero que me deixem guiar a vontade", declarou o alemão

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

“Não sei como serão as ordens da equipe, mas espero que me deixem guiar a vontade”, declarou o alemão

O pentacampeão do mundo Michael Schumacher foi bem claro nesta quinta-feira ao ser perguntado se fará novamente o papel de fiel escudeiro do brasileiro Rubens Barrichello a exemplo do que ocorreu na Hungria.

“Naquela ocasião, foi frustrante estar mais rápido e ter de andar atrás, mas o que eu poderia fazer numa pista como a de Hungaroring? Mas agora é diferente. Tenho um caso de amor com Spa, que é a melhor pista do mundo, ao lado de Suzuka, e pretendo vencer a corrida. Não sei como serão as ordens da equipe, mas espero que me deixem guiar a vontade”, declarou Schumacher.

Jornal Midiamax