Geral

Programa registra 9.547 casos de abuso sexual contra crianças

O Programa Sentinela registrou nos últimos seis meses cerca de 9.547 casos de violência contra as crianças e adoslescentes no País. O abuso sexual é o crime de maior incidência entre meninas, com 1.991 casos (31%), seguido de exploração sexual (26%), violência psicológica (15%), violência física e negligência (14%). Os meninos, por sua vez, sofrem […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O Programa Sentinela registrou nos últimos seis meses cerca de 9.547 casos de violência contra as crianças e adoslescentes no País. O abuso sexual é o crime de maior incidência entre meninas, com 1.991 casos (31%), seguido de exploração sexual (26%), violência psicológica (15%), violência física e negligência (14%). Os meninos, por sua vez, sofrem mais com a negligência dos pais ou responsáveis , 801 casos, ou 26%. Em seguida vem a violência psicológica (24%), o abuso sexual (22%), a violência física (19%) e a exploração sexual (9%).
O Brasil conta com 308 Centros de Referência de atendimento às vítimas principalmente nas capitais, regiões metropolitanas, cidades portuárias e de fronteira, pólos turísticos, zonas de garimpo e entroncamentos rodoviários.
A campanha em 2002, sob o lema “Esquecer é permitir – Lembrar é combater” pretende motivar a utilização do disque-denúncia – ligação gratuita pelo 0800.99.0500, ou o encaminhamento dos casos ao Ministério Público ou Conselhos Tutelares nos municípios, com garantia de sigilo pelo Ministério da Justiça.
O programa Sentinela é desendesenvolvido pela Secretaria de Estado de Assistência Social, do Ministério da Previdência Social.
As informações são da Agência Brasil

Jornal Midiamax