Geral

População abandona Praga com medo das enchentes

Bombeiros trabalharam contra o relógio nesta terça-feira para amontoar sacos de areia às margens do Rio Danúbio, enquanto mais de 40 mil moradores fugiam de partes inundadas de Praga, a capital da República Checa e uma das cidades com o mais rico patrimônio cultural e arquitetônico do mundo, depois que novas chuvas torrenciais trouxeram mais […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Bombeiros trabalharam contra o relógio nesta terça-feira para amontoar sacos de areia às margens do Rio Danúbio, enquanto mais de 40 mil moradores fugiam de partes inundadas de Praga, a capital da República Checa e uma das cidades com o mais rico patrimônio cultural e arquitetônico do mundo, depois que novas chuvas torrenciais trouxeram mais sofrimento para grande parte da Europa Central e Oriental.

Por todo o continente, a pior onda de enchentes e de chuvas em décadas já causou a morte de pelo menos 76 pessoas, incluindo 58 na Rússia, onde milhares de turistas, que passavam férias no Mar Negro, foram surpreendidos pelo mau tempo.

Jornal Midiamax