Geral

Pirataria causa queda em postos de trabalho no país

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou ontem um levantamento da consultoria Pricewaterhouse Coopers, que mostra o efeito da pirataria no arrecadação de impostos e no mercado de trabalho. Segundo o estudo, se o índice de pirataria de softwares no Brasil, hoje em 58%, caísse para os 25% dos Estados Unidos, por exemplo, a arrecadação […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou ontem um levantamento da consultoria Pricewaterhouse Coopers, que mostra o efeito da pirataria no arrecadação de impostos e no mercado de trabalho.

Segundo o estudo, se o índice de pirataria de softwares no Brasil, hoje em 58%, caísse para os 25% dos Estados Unidos, por exemplo, a arrecadação com os tributos que incidem sobre a venda lícita desses produtos passaria dos atuais R$ 1,55 bilhão para R$ 3,9 bilhões e 36 mil novos postos de trabalho poderiam ser criados.

Pelas contas do governo, o país deixa de arrecadar R$ 10 bilhões em impostos e contribuições por ano em função do contrabando e falsificações. Deste total, R$ 6 bilhões correspondem a tributos federais.

As estatísticas da indústria sobre os efeitos da pirataria na economia brasileira estão sendo discutidas no seminário ‘Contra pirataria e contrabando: uma proposta de cidadania’, que começou nesta terça-feira em Brasília.

Jornal Midiamax