Geral

Papa diz a 2,7 milhões de fiéis que não renunciará

O papa João Paulo II rejeitou a hipótese de renunciar ao pontificado na missa deste domingo, na Cracóvia, diante de 2,7 milhões de fiéis – sua maior platéia nas nove visitas que fez à Polônia, seu país natal. Apesar da fragilidade provocada por seus problemas de saúde, o papa mostrou bom humor e não escondeu […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O papa João Paulo II rejeitou a hipótese de renunciar ao pontificado na missa deste domingo, na Cracóvia, diante de 2,7 milhões de fiéis – sua maior platéia nas nove visitas que fez à Polônia, seu país natal. Apesar da fragilidade provocada por seus problemas de saúde, o papa mostrou bom humor e não escondeu a emoção pelo retorno à região onde nasceu e passou toda sua juventude.

Sob intenso calor e coberto por pesadas vestimentas litúrgicas, João Paulo II resistiu às três horas de cerimônia e, no fim, improvisou várias frases. “Gostaria de agradecer à Cracóvia pela hospitalidade”, afirmou, “E também de dizer que verei vocês novamente, mas deixo isso totalmente nas mãos de Deus”. Aos 82 anos, o papa também voltou a brincar com os rumores sobre sua renúncia.

Depois que a multidão gritou “fique conosco”, o papa respondeu o seguinte: “Então vocês estão querendo me convencer a abandonar Roma?” Apesar dos comentários de que o papa aproveitaria a viagem para anunciar o fim de seu pontificado, João Paulo II confirmou que retorna ao Vaticano nesta segunda, depois de visitar o túmulo dos pais e sobrevoar a cidade natal de Katowice.

Clonagem – Apesar do bom humor do sumo pontífice, sua mensagem no sermão foi dada num tom grave. “O homem está vivendo com medo do futuro, do vazio, do sofrimento”, disse. João Paulo II também reforçou as críticas da Igreja Católica contra a clonagem humana, a eutanásia e o aborto. “O homem está tentando tomar para si o direito do Criador de interferir no mistério da vida.”

Jornal Midiamax