Geral

Opositores de Saddam invadem embaixada iraquiana em Berlim

Um grupo de oposição ao regime do presidente Saddam Hussein invadiu hoje a embaixada do Iraque em Berlim. Informações não confirmadas dão conta que funcionários da embaixada teriam sido tomado como reféns, e que alguns teriam ficado feridos. Intitulado Oposição Democrática do Iraque na Alemanha, o grupo divulgou um comunicado em alemão afirmando que havia […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Um grupo de oposição ao regime do presidente Saddam Hussein invadiu hoje a embaixada do Iraque em Berlim. Informações não confirmadas dão conta que funcionários da embaixada teriam sido tomado como reféns, e que alguns teriam ficado feridos. Intitulado Oposição Democrática do Iraque na Alemanha, o grupo divulgou um comunicado em alemão afirmando que havia lançado uma ação “pacífica e temporária” pelo fim do governo de Saddam em Bagdá.

“Em nome do povo iraquiano e de sua liderança legítima, a oposição iraquiana, declaramos que a libertação do solo iraquiano começa hoje. Estamos tomando a embaixada do Iraque em Berlim e com isso dando o primeiro passo na libertação de nossa terra mãe amada”, disse o comunicado.

A declaração teria sido enviada por fax da cidade de Hamburgo. “Este primeiro passo contra o regime terrorista do regime de Saddam Hussein e de seus assassinos, que está ocorrendo com propósito pacífico, tem como objetivo fazer com que o povo alemão, suas organizações e seus poderes políticos entendam que nosso povo tem o desejo de ser livre e agirá para isso”, afirma o texto.

O Congresso Nacional Iraquiano (CNI) – maior grupo de oposição ao regime de Saddam no exterior – condenou a ocupação da embaixada em Berlim, chamando o grupo invasor de “organização obscura que não representa a oposição”.

Jornal Midiamax