Geral

Oito instituições de ensino serão beneficiadas pelo ENEM

Em Mato Grosso do Sul, oito instituições de ensino aproveitarão os resultados do ENEM 2002 (Exame Nacional do Ensino Médio), que será aplicado hoje das 12 às 18 horas, em 18 municípios de Mato Grosso do Sul. A principal instituição do Estado, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), aceita substituir a nota […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Em Mato Grosso do Sul, oito instituições de ensino aproveitarão os resultados do ENEM 2002 (Exame Nacional do Ensino Médio), que será aplicado hoje das 12 às 18 horas, em 18 municípios de Mato Grosso do Sul.

A principal instituição do Estado, a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), aceita substituir a nota da primeira fase do vestibular de verão de 2003 pela obtida pelo inscrito na avaliação de conhecimentos gerais. O candidato pode optar pela maior nota. A Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal) destina 20% do total das vagas aos participantes do ENEM. Para ingressar sem o vestibular, o candidato deve obter nota mínima 70 na parte objetiva da prova e 50 na redação.

Na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), o candidato deverá obter no mínimo de setenta (70) pontos nas questões múltipla escolha conforme as vagas disponíveis por curso. A FIRV (Faculdades Integradas de Rio Verde) reserva 18 vagas do curso Ciências Contábeis para os participantes do ENEM que tenham obtido nota igual ou superior a 60 na parte objetiva da prova e igual ou superior a 40 na redação.

A FIP (Faculdades Integradas de Ponta Porã) reserva 110 vagas de seus cursos para os participantes do ENEM. A FICO (Faculdades Integradas de Coxim) destina 24 vagas no curso de Turismo e 45 vagas no curso de Letras para os participantes do ENEM que tenham obtido nota igual ou superior a 60 na parte objetiva da prova e igual ou superior a 40 na redação.

A FIC-UNAES (Faculdades Integradas de Campo Grande) destina 20% do total das vagas aos candidatos que tiverem obtido nota 70 na parte objetiva e 60 na redação. A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) também aproveita, mas o Ministério da Educação não divulgou de que forma isso acontecerá.

Jornal Midiamax