Geral

Obras em presídios: secretaria apresenta defesa a Ministério

A assessoria da Secretaria de Estado de Habitação e Infra-estrutura informou que foi enviado, na semana passada, um relatório ao Ministério da Justiça sobre as construções e reforma de presídios, onde teria ocorrido aplicação irregular de recursos, segundo o Tribunal de Contas de União. O documento do governo rebate o resultado de auditoria feita técnicos […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A assessoria da Secretaria de Estado de Habitação e Infra-estrutura informou que foi enviado, na semana passada, um relatório ao Ministério da Justiça sobre as construções e reforma de presídios, onde teria ocorrido aplicação irregular de recursos, segundo o Tribunal de Contas de União.

O documento do governo rebate o resultado de auditoria feita técnicos do Tribunal. O secretário Maurício Arruda estava em reunião e não pode dar mais detalhes à reportagem. As obras envolvem a aplicação de R$ 9,6 milhões. São o presídio federal de Dois Irmãos do Buriti, o estabelecimento penal de Três Lagoas, o presídio de trânsito de Campo Grande, além da reforma do sistema sanitário da penitenciária de Segurança Máxima na Capital.

O Tribunal constatou mudanças nos projetos originais e a ineficência de projetos executados, como no caso do esgotamento sanitário, onde se gastou R$ 693 mil, mas continuaram infiltrações. Inicialmente, o secretário de Justiça, Almir Paixão, falaria sobre o assunto, mas transferiu a responsabilidade para a Secretaria de Infra-estrutura.

Jornal Midiamax