Geral

OAB admite manutenção de emprego de parentes por seis meses

Começou agora sessão na Assembléia Legislativa que votará o fim do nepotismo (emprego de parentes em órgãos públicos). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) já admite a proposta, a ser apresentada pelo deputado Maurício Picarelli, de manter os parentes empregados por mais seis meses, numa fase transição. Novas contratações ficam proibidas de imediato.

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Começou agora sessão na Assembléia Legislativa que votará o fim do nepotismo (emprego de parentes em órgãos públicos). A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) já admite a proposta, a ser apresentada pelo deputado Maurício Picarelli, de manter os parentes empregados por mais seis meses, numa fase transição. Novas contratações ficam proibidas de imediato.

Jornal Midiamax