Geral

“O PT no governo é uma total decepção”, declarou Carlos Marun

Em entrevista concedida ao Programa Tribuna Livre de hoje, o candidato ao governo estadual da “Frente Ampla” (PTB/PFL/PPB/PST/PHS/PT do B), Carlos Marun, falou sobre as suas expectativas para a Eleição 2002. “Está será uma eleição muito boa. Estou muito feliz por estar disputando essa eleição e acima de tudo muito confiante”, declarou Marun. O candidato […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Em entrevista concedida ao Programa Tribuna Livre de hoje, o candidato ao governo estadual da “Frente Ampla” (PTB/PFL/PPB/PST/PHS/PT do B), Carlos Marun, falou sobre as suas expectativas para a Eleição 2002.

“Está será uma eleição muito boa. Estou muito feliz por estar disputando essa eleição e acima de tudo muito confiante”, declarou Marun.

O candidato disse ainda que tem consciência de que o maior tempo no programa eleitoral gratuito é uma ótima oportunidade para que a população possa conhecer as propostas de governo da Frente Ampla. “Temos um Plano de Governo exeqüível e não demagógico, que com certeza vai agradar a população”, destacou.

PT – Marun aproveitou o ensejo para reafirmar também a sua posição com relação ao PT. “Eles fazem um bom papel enquanto oposição. Mas o PT no governo é uma total decepção. Zeca foi eleito pela população sul-mato-grossense para mudar os rumos do Estado e isso não aconteceu. Ele (Zeca) fala muito do governo do Dr. Wilson, que realmente não foi satisfatório, mas o petista não foi eleito para ser menos pior que o Dr. Wilson”, frisou.

PUCCINELLI – O candidato petebista disse que é um grande admirador de André Puccinelli. “Admiro-o como homem público e como pessoa. Mas a minha candidatura é uma candidatura própria, da Frente Ampla. O PMDB, partido do prefeito André Puccinelli tem uma candidata ao governo estadual, que é a deputada federal Marisa Serrano. Isso quer dizer que o André nada tem a ver com a minha candidatura”, garantiu.

GOVERNABILIDADE – “Entendo que em Campo Grande houve a implementação de uma nova filosofia de governo que fez com que a cidade desse um efetivo salto rumo a modernidade, e é isso que eu pretendo fazer em Mato Grosso do Sul. Tenho condições para isso pois acompanhei de perto este processo, enquanto secretário na administração municipal atual”, afirmou Marun.

O candidato finalizou dizendo que a população não vai se arrepender votando nele. “Quero estar no segundo turno, ganhar as Eleições, e mostrar que posso fazer por mato Grosso do Sul um excelente trabalho”, concluiu.

Jornal Midiamax