Geral

Não esperem milagres, a casa está desarrumada, diz Ciro em Cuiabá

Na sua passagem por Cuiabá, o candidato da Frente Trabalhisa, Ciro Gomes, continuou sua estratégia de alfinetar o candidato do PSDB, José Serra, sem, entretanto, bater de frente. Quando perguntado se os ataques de Serra feitos ontem ficariam sem troco, Ciro respondeu a mesma frase várias vezes: “calmante de genérico para a campanha dele”. No […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Na sua passagem por Cuiabá, o candidato da Frente Trabalhisa, Ciro Gomes, continuou sua estratégia de alfinetar o candidato do PSDB, José Serra, sem, entretanto, bater de frente. Quando perguntado se os ataques de Serra feitos ontem ficariam sem troco, Ciro respondeu a mesma frase várias vezes: “calmante de genérico para a campanha dele”.

No comício, o candidato disse que, se eleito, levará pelo menos seis meses para consertar o que está sendo feito de errado pelo atual governo.

“Não esperem milagres de minha parte, porque a casa está muito desarrumada”, criticando a política de saúde do ex-ministro José Serrra, ele disse: “O Brasil está experimentando de novo epidemias do tempo do onça. A doença do povo dá lucro às multinacionais dos remédios”

Jornal Midiamax