Geral

Motorista já havia cumprido pena por homicídio culposo no Paraná

Esta não foi a primeira vez que Halei Sangali (motorista da carreta que colidiu frontalmente com um Fiat Tipo), envolveu-se em um acidente grave. Segundo informações colhidas pela Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul, Halei é reincidente no crime de homicídio culposo. Ele cumpriu um ano e um mês de prisão há cerca de […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Esta não foi a primeira vez que Halei Sangali (motorista da carreta que colidiu frontalmente com um Fiat Tipo), envolveu-se em um acidente grave.

Segundo informações colhidas pela Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul, Halei é reincidente no crime de homicídio culposo. Ele cumpriu um ano e um mês de prisão há cerca de três anos, por ter causado um outro acidente, com vítima fatal na cidade de Curitiba/PR.

Hoje, por volta das 7h, Halei e sua acompanhante, Rosa Maria Franco, que estavam na carreta Volvo (placas IKL 6035, de Canoas – RS), bateram no Tipo (placas HRC 9427) conduzido por José Jesus de Souza Barros, de 36 anos, a 20 quilômetros de Nova Alvorada do Sul.

No automóvel estavam, além de Barros, sua esposa, seus dois filhos e um outro menino, filho do candidato a deputado federal Vanderlei Cabeludo (PMDB). Todos os cinco ocupantes do veículo morreram carbonizados.

Ainda segundo a delegacia de Nova Alvorada, Halei será novamente indiciado por homicídio culposo. O inquérito deve ser concluído em trinta dias. Caso seja condenado, o motorista pode pegar de um a cinco anos de prisão.

Jornal Midiamax