Geral

Lula diz que biografia de Collor é um boletim de ocorrências

O candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva disse que nesta terça-feira em Uberlândia, Minas Gerais, que o eleitor precisa examinar as biografias de um candidato para decidir o voto e voltou a lembrar de o ex-presidente Fernando Collor. “A história de Collor pode ser lida em um prontuário ou […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O candidato do PT à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva disse que nesta terça-feira em Uberlândia, Minas Gerais, que o eleitor precisa examinar as biografias de um candidato para decidir o voto e voltou a lembrar de o ex-presidente Fernando Collor.

“A história de Collor pode ser lida em um prontuário ou boletim de ocorrências policiais. Antes de ser presidente, Collor ficou um ano e quatro meses na Prefeitura de Maceió e um ano e quatro meses no governo de Alagoas. Isso não dá experiência para ninguém. Ele só foi bem sucedido na presidência do CSA de Alagoas”, ironizou Lula.

Jornal Midiamax