Geral

Índia: onda de calor provoca a morte de 638 pessoas

Uma onda de calor provocou a morte de cerca de 638 pessoas na Índia. O número de vítimas teria sido maior, se o governo indiano não emitisse alertas e distribuísse água potável para os mais pobres. As temperaturas, desde o início de maio, têm sido 7% mais altas em relação à média do mês na […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Uma onda de calor provocou a morte de cerca de 638 pessoas na Índia. O número de vítimas teria sido maior, se o governo indiano não emitisse alertas e distribuísse água potável para os mais pobres.
As temperaturas, desde o início de maio, têm sido 7% mais altas em relação à média do mês na região. A situação é considerada a pior dos últimos quatro anos. O calor chegou à região antes das chuvas anuais, que normalmente atingem primeiro a costa sul de Kerala, em junho, e depois se espalham por todo o país nos meses seguintes.
Moradores do Estado de Andhra Pradesh, onde 622 pessoas morreram e a temperatura chegou a 51ºC, disseram que o calor era tão intenso que pássaros caíam das árvores.
Muitos mortos eram idosos e doentes que sofreram complicações relacionadas à desidratação.
O governador de Andhra Pradesh, Candra Babu Naidu, montou um comitê científico para investigar se a onda de calor teria sido causada pelo efeito estufa. Mas, meteorologistas culparam ventos quentes vindos dos desertos do noroeste do país.
As informações são da Folha Mundo.

Jornal Midiamax