Geral

Governo indiano expulsa embaixador do Paquistão

A Índia decidiu expulsar o embaixador do Paquistão em Nova Déli, Ashraf Jehangir Qazi, em represália ao ataque que causou 35 mortes esta semana na Caxemira. A decisão foi tomada durante uma reunião do Conselho de Segurança (CCS) do governo indiano e comunicada pelo ministro das Relações Exteriores indiano, Jaswant Singh. O governo indiano estuda […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A Índia decidiu expulsar o embaixador do Paquistão em Nova Déli, Ashraf Jehangir Qazi, em represália ao ataque que causou 35 mortes esta semana na Caxemira.
A decisão foi tomada durante uma reunião do Conselho de Segurança (CCS) do governo indiano e comunicada pelo ministro das Relações Exteriores indiano, Jaswant Singh.
O governo indiano estuda as medidas de represália depois do ataque, na terça-feira passada, a um ônibus e a uma guarita, que deixou os 35 mortos, a maioria civis, próximo de Jammu, capital de inverno da parte indiana da Caxemira, região de maioria muçulmana situada na região do Himalaia, dividida entre a Índia e o Paquistão.
A operação suicida foi atribuída a três combatentes separatistas muçulmanos vindos do Paquistão. Soldados indianos e paquistaneses trocaram tiros ontem na região de Jammu, provocando a morte de um menino e ferindo sete pessoas, afirmou a polícia. Estes tiroteios obrigaram centenas de famílias que viviam na região a deixar suas casas.
Em Nova Déli, o ministro do Interior Lal Krishna Advani declarou nesta sexta-feira ao Parlamento que a Índia deve levar adiante uma só “batalha contra o terrorismo”.

As informações são da Folha Mundo

Jornal Midiamax