Geral

Governo determina estudo antes de despejo, diz comandante da PM

O comandante da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel José Ivan da Almeida, disse que o governo do Estado decidiu fazer estudos antes de realizar qualquer despejo de sem-terra e de invasores de áreas urbanas. Por essa razão, as ordens judiciais para desocupação de áreas invadidas demoraram para ser cumpridas. O coronel afirmou […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O comandante da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel José Ivan da Almeida, disse que o governo do Estado decidiu fazer estudos antes de realizar qualquer despejo de sem-terra e de invasores de áreas urbanas. Por essa razão, as ordens judiciais para desocupação de áreas invadidas demoraram para ser cumpridas. O coronel afirmou que o governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, quer evitar confrontos e mortes. “O Poder Judiciário não tem esta mesma sensibilidade”, afirmou.

A Justiça determinou ontem a prisão do coronel, devido a não realização de um despejo de uma área no Jardim Veraneio. O estudo, a que o comandante se refere, inclui levantamente da situação de cada família e os horários em que há menos concentração de pessoas no local ocupado.

Jornal Midiamax