Geral

Governo cortará custeio para manter investimentos em obras

O secretário estadual de Gestão de Pessoal e de Gastos, Gilberto Tadeu, disse que o governo vai cortar o custeio, mas manterá aplicação de recursos na área social e investimento de pelo menos R$ 2,5 milhões por mês em obras. Na tarde de hoje, o governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O secretário estadual de Gestão de Pessoal e de Gastos, Gilberto Tadeu, disse que o governo vai cortar o custeio, mas manterá aplicação de recursos na área social e investimento de pelo menos R$ 2,5 milhões por mês em obras. Na tarde de hoje, o governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, fez uma reunião com o secretariado onde discutiu corte de gastos.

No mês de maio, a despesa com custeio cairá para R$ 11 milhões, afirmou Tadeu. Em abril, a conta foi de R$ 18 milhões, segundo o secretário, por causa do pagamento de atrasados. Serão cortados 50% das viagens, 20% das diárias, o mesmo percentual em compra de material de consumo, além de suspensas as licitações de produtos considerados supérfluos. O consumo de combustível também será reduzido.

Está descartado, pelo menos na avaliação do governo, o atraso no pagamento de salário dos servidores públicos. A folha está na casa dos R$ 40 milhões.

Jornal Midiamax