Geral

“Fresquinho” atende 57 mil passageiros por mês

Quando foi implantado, em 1998, o microônibus circulava exclusivamente pelo centro da cidade, atendendo um público restrito. Com poltronas estofadas, cortinas, ar condicionado, televisão e som ambiente, o microônibus executivo, popularmente conhecido como fresquinho, atrai um público cada vez maior em Campo Grande. De acordo com dados da Agência Municipal de Trânsito (Agetran), ...

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Quando foi implantado, em 1998, o microônibus circulava exclusivamente pelo centro da cidade, atendendo um público restrito. Com poltronas estofadas, cortinas, ar condicionado, televisão e som ambiente, o microônibus executivo, popularmente conhecido como fresquinho, atrai um público cada vez maior em Campo Grande. De acordo com dados da Agência Municipal de Trânsito (Agetran), uma média de 57 mil passageiros por mês utiliza esse transporte. No total são 19 veículos distribuídos em 10 linhas que abrangem praticamente todas as regiões da cidade.
Para José Joaquim da Silva Filho, diretor da Agetran, a expansão das linhas para os bairros otimizou a utilização do fresquinho que possui um usuário diferenciado e a tarifa no valor de R$ 1,80. Em sua maioria, os usuários são pessoas com poder aquisitivo maior, adultas e que utilizam o transporte em horários alternativos para determinados fins como ir ao banco no centro da cidade, ao shopping e fazer compras na região central. O trabalhador de classe média também tem optado em complementar o vale-transporte e usufruir da comodidade, da rapidez e da tranqüilidade do microônibus.

Agência de notícias da Prefeitura de Campo Grande

Jornal Midiamax