Geral

Dilema solucionado: corpo de Lenino Orosco virá para Campo Grande

Os secretários de Governo, Marcos Alex, e de Saúde, João Paulo Esteves, receberam ontem a família de Lenino Orosco Figueira, sul-mato-grossense que faleceu em Portugal em 8 de agosto. Zulema Orosco Figueira, mãe de Lenino, Domingos Rodrigues Rocha, padrasto, a irmã, Valdereza Brígido Orosco Figueira e a tia, Castorina Orosco Viegas Ajala, receberam a informação […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Os secretários de Governo, Marcos Alex, e de Saúde, João Paulo Esteves, receberam ontem a família de Lenino Orosco Figueira, sul-mato-grossense que faleceu em Portugal em 8 de agosto.

Zulema Orosco Figueira, mãe de Lenino, Domingos Rodrigues Rocha, padrasto, a irmã, Valdereza Brígido Orosco Figueira e a tia, Castorina Orosco Viegas Ajala, receberam a informação de que o governo do Estado descobriu mecanismos legais para garantir o translado do corpo embalsamado para Campo Grande, ao custo de R$ 12 mil.

Além desta boa notícia, a família soube que, com um trabalho de mobilização, arrecadou-se doações no valor de R$ 8 mil para arcar despesas extras que a família vier a ter com o funeral.

TRANSLADO – João Paulo Esteves disse que o governo do Estado está assumindo institucionalmente a operação de translado de Lenino. O corpo deve sair de Portugal na segunda-feira e chegará ao Aeroporto Internacional de Campo Grande na terça-feira.

“A solução legal que encontramos, devidamente embasada em parecer jurídico, foi a de utilizar de um convênio que mantemos com empresas de transporte que prestam serviço para a secretaria de Saúde. A partir de recursos da fonte 00, conseguimos arcar com o custo do translado”, explicou.

Filho de uma servidora do Hemosul, Lenino Orosco Figueira morreu há cerca de um mês, mas a família não tinha como arcar com os custos do translado. Bastante emocionada durante o encontro, Zulema Orosco agradecceu o empenho tanto das secretarias quanto das pessoas que contribuíram com as doações.

Jornal Midiamax