Geral

Criada por refugiado da ditadura militar, Sonora completa 14 anos

Com 8 mil habitantes, Sonora comemora na próxima segunda-feira 14 anos emancipação. A história do município, criado pelo ex-governador Marcelo Miranda em 1988, tem uma particularidade. Ele começou a surgir em 1964, quando o comandante Maurício Coutinho Dutra se refugiou da ditadura militar na área onde hoje é o município. Dutra comandava, durante o governo […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Com 8 mil habitantes, Sonora comemora na próxima segunda-feira 14 anos emancipação. A história do município, criado pelo ex-governador Marcelo Miranda em 1988, tem uma particularidade. Ele começou a surgir em 1964, quando o comandante Maurício Coutinho Dutra se refugiou da ditadura militar na área onde hoje é o município.

Dutra comandava, durante o governo Getúlio Vargas, a Companhia de Aviação para Missões Especiais, responsável pelo Correio Aéreo Noturno, que interligava Rio de Janeiro, São Paulo, Cuiabá e Manaus.

Quando chegou à região do Rio Correntes, próximo a Pedro Gomes, Dutra construiu um rancho de palha, tornou-se dono de milhares de hectares e costumava ir disfarçado (com medo da ditadura) para Rondonópolis (MT), cidade mais próxima.

A história aponta que Dutra ia a Rondonópolis para assistir a filmes de faroeste, sua diversão preferida. Daí nasceu o nome Sonora que, nas obras do cinema, era uma cidade do México, refúgio de perseguidos por xerifes texanos.

Jornal Midiamax