Geral

Compra de Voto: Marisa diz Zeca é lobo em pele de cordeiro

A deputada federal Marisa Serrano, candidata ao governo de Mato Grosso do Sul pela coligação Pra Frente MS (PMDB, PSDB e PRTB) disse que o atual governo tenta demonstrar uma seriedade e honestidade que não possui. Ela citou algumas denúncias, como o desvio de R$ 4 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A deputada federal Marisa Serrano, candidata ao governo de Mato Grosso do Sul pela coligação Pra Frente MS (PMDB, PSDB e PRTB) disse que o atual governo tenta demonstrar uma seriedade e honestidade que não possui. Ela citou algumas denúncias, como o desvio de R$ 4 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que está sendo investigado pela Justiça e pela Polícia Federal: “Esse crime contra o patrimônio público acabou resultando em prejuízos irreparáveis ao Estado e ao trabalhador”, disse Marisa.

Além a questão do FAT Marisa disse que existem outras denúncias “seríssimas” que, segundo ela, serão claramente apresentadas para a população, para que ela avalie a seriedade do governo do PT com o patrimônio público: “São denúncias como o pagamento por obras fictícias – onde o Ministério Público acusa a Agesul de pagar R$ 62 mil por uma obra que não existe; uso de dinheiro público em campanha política; uso do programa de alimentação em troca de votos e muitas outras”, declarou.

Jornal Midiamax