Geral

Coligação com Garotinho inviabiliza Pedrossian na chapa de Marisa

Uma coligação nacional entre o PST e o PSB, que lançou Antony Garotinho para presidente da República, pode invializar no Estado um acordo entre o ex-governador Pedro Pedrossian e a deputada federal Marisa Serrano (PSDB), devido à verticalização. Pedrossian, nome maior do PST no Estado, pode tentar uma candidatura independente para senador. Hoje, Marisa conversou […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Uma coligação nacional entre o PST e o PSB, que lançou Antony Garotinho para presidente da República, pode invializar no Estado um acordo entre o ex-governador Pedro Pedrossian e a deputada federal Marisa Serrano (PSDB), devido à verticalização. Pedrossian, nome maior do PST no Estado, pode tentar uma candidatura independente para senador.

Hoje, Marisa conversou com Pedrossian que mostrou interesse numa coligação estadual, que o lançaria para o Senado. Caso o partido feche acordo com Garotinho, a chapa ficaria inviável, pois legendas com canditados próprios a presidente da República não podem se coligar nos Estados.

Outra dificuldade, segundo assessores de Marisa, será convencer o deputado estadual Murilo Zauith (PFL) sair candidato para vice-governador. Isso implicaria o PFL desistir de concorrer ao Senado.

Jornal Midiamax