Geral

Chile pede extradição de seqüestrador do publicitário Olivetto

O Chile está autorizado a pedir a extradição de Maurício Hernández Norambuena, chefe do grupo que comandou o seqüestro do publicitário brasileiro Washington Olivetto. Hernández está condenado a duas penas de prisão perpétua no Chile. A primeira é pelo assassinato do senador Jaime Guzmán, principal ideólogo da ditadura de Augusto Pinochet. A outra é pelo […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O Chile está autorizado a pedir a extradição de Maurício Hernández Norambuena, chefe do grupo que comandou o seqüestro do publicitário brasileiro Washington Olivetto. Hernández está condenado a duas penas de prisão perpétua no Chile. A primeira é pelo assassinato do senador Jaime Guzmán, principal ideólogo da ditadura de Augusto Pinochet. A outra é pelo seqüestro de Cristian Edwards, filho do dono do jornal El Mercúrio.

Os advogados do seqüestrador defendem sua permanência no Brasil enquanto durar o processo judicial no qual é acusado do seqüestro de Olivetto. O Ministério Público defende a tese de que Hernández e os cinco outros presos pelo seqüestro do publicitário devem cumprir a pena integralmente no Brasil – além dele estão detidos outros dois chilenos, uma argentina e dois colombianos. Com informações da Agência Estado.

Jornal Midiamax