Geral

Candidatura de Vander Loubet é impugnada pelo TRE de MS

Entre os motivos estaria um processo de falsificação de documentos. O candidato poderá recorrer da decisão.

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Entre os motivos estaria um processo de falsificação de documentos. O candidato poderá recorrer da decisão.

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Mato Grosso do Sul acabou de divulgar que não aceitará o registro de candidatura de Vander Loubet (PT) a deputado federal.

Segundo o advogado Paulo Tadeu Haendchen, do PSDB, que moveu a ação contra o petista, a cassação é conseqüência da condenação de Vander Loubet por uso de documento público falsificado (carteira de motorista).

O candidato poderá recorrer da decisão, mas ela não tem efeito suspensivo. Ou seja: Vander precisa interromper imediatamente sua campanha, inclusive com a retirada de outdoors.

Sobrinho do governador, Loubet teve seu nome envolvido em diversos escândalos recentes como a assinatura de um pacto com empresários, trocando apoio para Zeca por cargos no governo, e também os desvios no FAT (Fundo de Apoio ao Trabalhador).

Em março passado, a Polícia Federal instaurou inquérito para investigar o acordo com os empresários. Durante a campanha, Loubet firmou um acordo com um grupo que, em troca de apoio, receberia 53 cargos no governo. O pacto, só revelado este ano, foi colocado no papel e chegou a ser registrado em cartório. Além de Loubet, está sendo investigado também o secretário de Governo, Marcos Alex, que também assinou o documento. O inquérito ainda não foi concluído.

FAT – Vander voltou a ser citado no escândalo do FAT, quando uma denúncia enviada ao Ministério Público Federal apontava o desvio de dinheiro destinado a programas de qualificação profissional para financiar campanhas de cinco candidatos a vereador do PT, em 2000. Como conseqüência, em abril do ano passado, o secretário de Assistência Social, Cidadania e Trabalho, Agamenon do Prado, e a superintendente de Comunicação, Sandra Recalde, foram afastados do governo.

Jornal Midiamax