Geral

Campanha contra câncer de mama continua nos postos da Capital

Mesmo conseguindo números expressivos, a campanha contra o câncer de mama, realizada pela secretaria Estadual de Saúde, continua nos postos de saúde da Capital. No dia 31, as interessadas podem se dirigir ao posto da Moreninha III. No dia 14 de setembro, os exames serão realizados no posto do bairro Tiradentes e no dia 5 […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Mesmo conseguindo números expressivos, a campanha contra o câncer de mama, realizada pela secretaria Estadual de Saúde, continua nos postos de saúde da Capital. No dia 31, as interessadas podem se dirigir ao posto da Moreninha III. No dia 14 de setembro, os exames serão realizados no posto do bairro Tiradentes e no dia 5 de outubro, no Centro de Saúde da Coophavila II. O posto do bairro Guanandy realizará exames no dia 19 de outubro e o da Vila Almeida no dia 9 de novembro.

Os números alcançados numa campanha contra o câncer de mama em MS nunca foram tão expressivos. Este ano, somente sob orientação direta das voluntárias, mais de 20 mil mulheres foram orientadas. A avaliação foi feita hoje pela médica Marilana Geimba de Lima, presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional/MS.

De acordo com ela, não foram somente mulheres as interessadas em receber orientações. “Muitos homens pediam folders às voluntárias para levar ao trabalho e distribuir entre as colegas. Profissionais liberais, professores para entregar às alunas na escola, enfim, a receptividade foi de 100%”, disse Marilana.

Entre os dias 5 e 9 de agosto, profissionais de saúde e voluntárias estiveram à disposição da população para orientação nos terminais de transporte coletivo da Capital e na praça Ari Coelho, no centro da cidade. O slogan este ano foi “Câncer de Mama: Fique de Olho”.

O Instituto Nacional do Câncer estima que, ainda em 2002, surjam 36 mil novos casos de câncer de mama, causando mais de nove mil óbitos. O câncer de mama precocemente diagnosticado tem cura e o exame médico mamário deve ser anual, principalmente para mulheres acima de 40 anos.

Jornal Midiamax