Geral

Brasileiros enganados passam fome na Europa

Pelo menos 11 catarinenses estão perambulando pela Europa após caírem no golpe do emprego rentável no exterior. A Polícia Federal de Joinville identificou os agenciadores e está orientando as famílias das vítimas. Com a promessa de receberem salários de até R$ 3,5 mil, trabalhando em serviços terceirizados em Londres, na Inglaterra, um agenciador de Curitiba […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

Pelo menos 11 catarinenses estão perambulando pela Europa após caírem no golpe do emprego rentável no exterior. A Polícia Federal de Joinville identificou os agenciadores e está orientando as famílias das vítimas.

Com a promessa de receberem salários de até R$ 3,5 mil, trabalhando em serviços terceirizados em Londres, na Inglaterra, um agenciador de Curitiba (PR) conseguiu enganar pelo menos 12 catarinenses. Um deles já voltou ao Brasil.

Na maioria dos casos as vítimas venderam tudo o que tinham no Brasil e pagaram quantias de R$ 10 mil a R$ 12 mil ao agenciador para supostas despesas com a viagem e documentação. As vítimas têm de 22 a 42 anos.

Famílias de oito das 12 vítimas procuram a polícia para pedir ajuda e afirmar, que seus parentes estão dormindo na rua, pedindo esmola para poder comer e fazendo pequenos serviços.

A Polícia Federal pediu prorrogação do prazo para a conclusão do inquérito sobre o caso por mais 90 dias. O suposto agenciador, que não pode ser identificado, deverá ser indiciado por aliciamento para fins de imigração e estelionato. A polícia vai acionar a Interpol para localizar um ajudante do agenciador que moraria em Londres.

Jornal Midiamax