Geral

Banco do Brasil não vai se manifestar sobre o processo de Razuk

A assessoria do Banco do Brasil acaba de informar que a instituição não vai se manifestar quanto ao processo movido pelo ex-deputado estadual e empresário Roberto Razuk (PDT), quanto a cobranças indevidas de juros. Razuk tomou R$ 3,5 milhões emprestados do BB e registrou como garantia a fazenda Nabileque, em Ladário, a qual o banco […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A assessoria do Banco do Brasil acaba de informar que a instituição não vai se manifestar quanto ao processo movido pelo ex-deputado estadual e empresário Roberto Razuk (PDT), quanto a cobranças indevidas de juros.

Razuk tomou R$ 3,5 milhões emprestados do BB e registrou como garantia a fazenda Nabileque, em Ladário, a qual o banco alega ser inexistente. O empresário processou o banco e já venceu em duas instâncias. Ele pretende receber R$ 8,5 milhões, referentes a cobranças que seus advogados entendem como indevidas, referentes à dívida.

O BB alega que a ordem para não falar sobre o assunto vem de Brasília, “já que o processo é público e nada deve ser dito antes que haja julgamento”.

PRISÃO – O empresário Roberto Razuk, que é candidato a deputado estadual pelo PDT, está preso há 18 dias, em Dourados, acusado de crime contra o sistema financeiro nacional. Os advogados já entraram com pedido de habeas-corpus, que deve ser julgado na próxima semana.

Jornal Midiamax