Geral

Acordo entre Marisa e Pedrossian independe de coligações

A verticalização nas coligações, definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não deve impedir o acordo entre a candidata a governadora, deputada federal Marisa Serrano (PSDB), e o ex-governador Pedro Pedrossian (PST). Assim como deve ocorrer com a Frente Trabalhista (PPS/PDT e PTB) e o Partido dos Trabalhadores, impedidos de se coligarem formalmente porque ambos têm […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A verticalização nas coligações, definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não deve impedir o acordo entre a candidata a governadora, deputada federal Marisa Serrano (PSDB), e o ex-governador Pedro Pedrossian (PST).

Assim como deve ocorrer com a Frente Trabalhista (PPS/PDT e PTB) e o Partido dos Trabalhadores, impedidos de se coligarem formalmente porque ambos têm candidatos a presidente da República, Marisa e Pedrossian estarão no mesmo palanque nas eleições 2002. O acordo ainda tem aval do PMDB.

Uma coligação do PST, de Pedrossian, com o PSB de Antony Garotinho impediria a coligação formal com Marisa. Mas, o acordo informal está definido como já adiantou o Midiamaxnews.

Jornal Midiamax