Já estão confirmadas as participações de 50 caminhões na etapa de Campo Grande da Fórmula Truck, prevista para acontecer no dia 30 deste mês, no Autódromo Orlando Moura, em Campo Grande.

Os ‘truck’ esarão dispostos em três provas: uma da categoria F-Truck, para caminhões com motores de bomba injetora; outra da categoria GT Truck, destinada a caminhões com motores eletrônicos, ambas válidas pelo campeonato; e uma terceira prova não pontuável, aberta aos inscritos na etapa, exceto aos seis primeiros colocados das provas da GT Truck e F-Truck.

Gilberto Hidalgo, presidente da GT Truck Eventos responsável pela organização da Fórmula Truck, enfatiza que a decisão de separar as categorias em Campo Grande foi motivada pela pré-inscrição de 50 participantes, visando oferecer mais oportunidades a pilotos e equipes, além de aumentar a segurança do evento.

Outras alterações incluem a paralisação do cronômetro sempre que o Pace Truck entrar na pista, a partir de Campo Grande e nas etapas subsequentes.

Além disso, será introduzida uma corrida extra denominada Prova SpeedMax, na qual os seis primeiros colocados das provas da GT Truck e F-Truck não poderão competir. Os demais participarão com um grid invertido, onde o piloto mais lento largará na pole position e o mais rápido partirá do último lugar.

Hidalgo afirma que essas mudanças foram decididas após extensas discussões com os pilotos, com o objetivo de proporcionar um espetáculo mais competitivo e emocionante para o público, com muitas ultrapassagens.