O jogo beneficente, que promete trazer diversos astros para Campo Grande, passa por problemas para liberação do Estádio Universitário Pedro Pedrossian, o Morenão, colocando em ‘xeque’ a realização do evento, marcado para a próxima terça-feira (21).

Entre as estrelas já confirmadas está o jogador da Seleção e do Real Madrid, Edér Militão, algumas celebridades e ex-jogadores, como MC Daniel e Emerson Sheik também já confirmaram a vinda para Mato Grosso do Sul.

Apesar disso, a liberação ou não da realização do jogo segue sendo dúvida. De acordo com a Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Esporte da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), não há evento agendado para o dia 27 de junho no Estádio Morenão.

Conforme apurado pela reportagem, a Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) encaminhou ofício nesta quarta-feira (21) para a UFMS pedindo pela liberação do local. Entretanto, a fundação afirma não fazer parte da organização ou patrocinar o evento.

Grande parte do entrave é gerado pela reforma do local, que está com as obras atrasadas por conta de empecilhos na licitação. Vale lembrar que a obra conta com investimento de R$ 9,4 milhões disponibilizados pelo Governo do Estado.

Reforma no Morenão

De acordo com a Fundesporte, a estimativa é de que a primeira parte da obra, que já está em andamento e contempla a reforma de banheiros para o público e vestiários, esteja mais de 80% concluída.

O valor aproximado desta fase da obra é de R$ 3 milhões.

No que diz respeito ao restante do projeto de reforma, haveria necessidade de adequação e aprovação do termo de referência para dar início ao processo licitatório.

Consolidado isso até o final de fevereiro e, posteriormente, com todo o trâmite de licitação concluído, a estimativa de conclusão da reforma do Morenão seria de até quatro meses, recebendo público total.