Carlos Miguel, destaque do Corinthians na retomada com Vanderlei Luxemburgo em 2023, foi exaltado na Espanha por suas recentes atuações no gol alvinegro. O jornal AS, na edição da última sexta-feira, 21, chamou o atleta de 24 anos de “luz de esperança” para os paulistas e elogiou sua personalidade, liderança e aspectos técnicos, que o fizeram ganhar espaço com o treinador.

Contratado junto ao Internacional em 2021, o arqueiro teve que ser paciente para receber as primeiras oportunidades, já que a meta é defendida, há muitos anos, pelo ídolo Cássio. Neste ano, ele foi testado nas competições continentais, sendo o jogo mais recente a vitória sobre o Universitario, pela Copa Sul-Americana, e mostrou serviço, o que o fez ter um futuro promissor no clube e o reconhecimento de fora.

“Surge uma luz de esperança encarnada na ascensão de Carlos Miguel”, destacou o AS. “De 2,4m e mentalidade competitiva, está construindo uma trajetória animadora com números impactantes enquanto recebe aos poucos a confiança do treinador veterano Vanderlei Luxemburgo. Ele se tornou conhecido por suas defesas notáveis, força nas pernas e liderança inquestionável”, complementou.

Adicionalmente, o veículo citou o aproveitamento do arqueiro, que não perdeu nenhuma das oito partidas que fez pelo Corinthians. “Ele deixou pelo caminho Ronaldo Giovanelli, Cássio e o mítico Dida, campeão do mundo com o Brasil em 2022?, ressaltou o jornal, citando goleiros históricos do clube.

Carlos Miguel ainda não entrou em campo pelo Campeonato Brasileiro, mas se tornou nome quase certo para as próximas fases da Sul-Americana. Como o Corinthians também está vivo na Copa do Brasil, haverão mais jogos para que ele tente seguir a boa fase e se estabelecer como um dos destaques debaixo da trave no país.