Zverev é expulso de torneio de Acapulco por xingar e bater raquete em cadeira do árbitro

Tenista pediu desculpas públicas e ao árbitro
| 23/02/2022
- 17:58
Zverev é expulso de torneio de Acapulco por xingar e bater raquete em cadeira do árbitro
Foto: Reprodução

Após dar raquetadas por duas vezes na cadeira de árbitro, o tenista alemão Alexander Zverev, de 24 anos, foi expulso do torneio ATP 500 em Acapulco, no México, nesta quarta-feira (23). A ATP (Associação de Tenistas Profissionais) classificou a atitude do profissional como "conduta antidesportiva". 

Conforme o portal Terra, Zverev, ao lado do tenista brasileiro Marcelo Melo nas duplas, quase acertou o árbitro Alessandro Germani quando ele bateu repetidamente na cadeira do árbitro com sua raquete após a derrota por 6-2, 4-6 e 10-6 para Lloyd Glasspool e Harri Heliovaara.

"Devido à conduta antidesportiva na conclusão de sua partida de duplas na noite de terça-feira, Alexander Zverev foi retirado do torneio em Acapulco", disse a ATP em comunicado oficial. Por sua vez, o tenista disse que se arrependeu e pediu desculpas pelo comportamento.

No jogo, depois de apertar a mão dos adversários, Zverev, terceiro colocado no ranking de simples, aproximou-se da cadeira do árbitro e acertou-a várias vezes com a raquete antes de seguir em direção ao seu assento na quadra. Ele se aproximou da cadeira uma segunda vez e de novo a atingiu enquanto gritava palavrões.

"É difícil colocar em palavras o quanto me arrependo do meu comportamento durante e depois da partida de duplas de ontem", disse Zverev em comunicado. "Pedi desculpas em particular ao árbitro de cadeira, porque minha explosão em relação a ele foi errada e inaceitável, e estou decepcionado comigo mesmo", finalizou. 

Veja também

Tricolor aparentou cansaço e teve dificuldades no primeiro tempo

Últimas notícias