Vasco vence a Ponte Preta em São Januário e ameniza crise na Série B

| 27/04/2022
- 23:52
Vasco vence a Ponte Preta em São Januário e ameniza crise na Série B
A vitória encerra uma sequência de três empates seguidos do Vasco (Foto: assessoria/Vasco)

Pressionado, o respondeu à sua torcida na noite desta quarta-feira com vitória sobre a Ponte Preta, por 1 a 0, em São Januário, no , no encerramento da quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Raniel fez o único gol da partida no primeiro tempo.

A vitória encerra uma sequência de três empates seguidos do Vasco, que agora é o oitavo colocado, com seis pontos ganhos. Um ponto atrás do Grêmio, primeiro time dentro do G4 - grupo de acesso. Já a Ponte Preta ficou com os mesmos quatro pontos, mas agora em 14º lugar.

Os últimos dias foram tensos no clube, com imensa cobrança das torcidas organizadas. Tanto é que na terça-feira houve reunião dos torcedores com o técnico Zé Ricardo, numa conversa com tom de cobrança, mas com promessa de apoio durante os 90 minutos diante da Ponte, o que de fato ocorreu.

Zé Ricardo prometeu e cumpriu a promessa de mudanças na formação inicial. Ao todo foram quatro, com as entradas de Alexander, Riquelme, Andrey dos Santos e Gabriel Pec. Isso sem falar em Figueiredo, que substituiu Erick, que sentiu desconto muscular no aquecimento.

Com bola rolando, o Vasco foi superior à Ponte Preta no primeiro tempo, apesar de ainda apresentar inúmeras limitações. A Ponte Preta não foi mal, mas teve dificuldades para encaixar bons passes entre o meio-campo e ataque, o que facilitou a vida dos defensores vascaínos.

Melhor em campo, o Vasco abriu o placar aos 30 minutos. Nenê cobrou escanteio pelo lado direito, Figueiredo ajeitou de cabeça e Raniel completou para as redes, marcando seu nono gol em 18 jogos na temporada.

No segundo tempo, a Ponte Preta voltou melhor e pressionou o Vasco pelo empate. Aos sete minutos, Léo Naldi arriscou de fora da área, mas nas mãos do goleiro Alexander. No minuto seguinte foi a vez de Danilo Gomes receber pelo lado direito, puxar para a perna esquerda e chutar muito perto da trave.

O Vasco recuou demais e viu a Ponte Preta ficar mais perto de sua área. Tanto que o time carioca conseguiu respirar com tranquilidade e também assustar apenas aos 36 minutos, quando Palacios cruzou na área e Andrey dos Santos, livre de marcação, cabeceou rente à trave.

Aos 40 minutos, a partida ficou paralisada, pois a comissão técnica da Ponte Preta acusou torcedores do Vasco de cometerem ofensas racistas. O time carioca afirmou que os gritos não foram de macacos, mas de latidos para exaltar o volante Yuri, apelidado de ‘pitbull’ do time.

Nos minutos finais o Vasco administrou a vantagem no ataque, enquanto a Ponte Preta não teve forças para evitar a segunda derrota no campeonato.

O Vasco volta a campo no domingo para enfrentar o Tombense, às 18 horas, no estádio Soares de Azevedo, em Muriaé. Já a Ponte Preta receberá o Brusque no sábado, às 20h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 0 PONTE PRETA

VASCO - Alexander; Gabriel Dias (Weverton), Quintero, Anderson Conceição e Riquelme (Edimar); Yuri Lara, Andrey dos Santos e Nenê (Palacios); Raniel (Getúlio), Gabriel Pec e Figueiredo (Vinicius). Técnico: Zé Ricardo.

PONTE PRETA - Caíque França; Norberto, Thiago Oliveira, Fábio Sanches e Artur (Jean Carlos); Felipe Amaral (Wallisson), Léo Naldi (Pedro Júnior) e Ramon Carvalho (Matheus Anjos); Echaporã (Gabriel Venâncio), Lucca e Danilo Gomes. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOL - Raniel, aos 30 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÃO AMARELO - Anderson Conceição, Riquelme e Nenê (Vasco); Felipe Amaral, Léo Naldi e Wallisson (Ponte Preta).

PÚBLICO - 8.796 pagantes (9.165 total).

RENDA - R$ 277.262,00.

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Veja também

Judocas da seleção fizeram o primeiro treino nesta quarta-feira

Últimas notícias